domingo, 24 de abril de 2011

Ainda infância

POST POR:

Cá estou eu de novo. Agora talvez mais esperto, mais maduro, mais aberto a ouvir e com mais à expôr. E tudo parece ter ficado parado, talvez esperando eu crescer, girando ao meu redor. Tudo tão igual que cheguei a me deixar levar pela ilusão de que tempo algum passou e tudo ainda está aqui, da mesma forma, só esperando a minha presença. Ora! Ainda vejo as mesmas pessoas, os mesmos lugares, as mesmas situações e é claro que tudo está igual e o melhor é que eu estou quase igual, porém com um pouco mais de tudo que eu precisava antes...
 Pois é, só que tudo também está quase igual.
Não são todas as mesmas pessoas, nem lugares ou situações e as que são também mudaram, também cresceram talvez. Tudo bem sutil, quase imperceptível mas... Olhando bem torna-se grotesco chamar de sutil tudo o que aconteceu, mas é que eu estava tão focado em mim e tudo foi tão gradativo que agora que eu finalmente parei pra olhar pra trás me surpreendi: eu realmente vivi tudo isto? E agora lembrando, eu mesmo já alertava os outros que tudo mudaria em breve e era inevitável. - Aproveitem, isso é único! - Dizia à plenos pulmões, como senhor da razão. O problema é que só esqueci de alertar a mim mesmo, cai do cavalo. E apesar de fazer todos, incluindo eu, acreditarem que eu estava vivendo cada dia com a intensidade do último, fui sem querer superficial, desperdiçando dias e momentos incomparáveis com o pretexto ridículo de que eu ainda teria muitas oportunidades de viver aquilo. Agora um turbilhão de sentimentos chegam rasgando, como um zagueiro derrotado chega no melhor atacante adversário, e relutante eu admito: caralho, que saudade!
(Paulinho Junior)

8 comentaram. Comente também!:

Jorge Umburanas disse...

o texto é bom !

Luana S. disse...

maneiro ! parabens. bjs

Thaai* disse...

adorei! acredito que voltarei mais vezes aqui!

Paulo Ackles disse...

Parabéns! Sabe usar bem as palavras. Já estou seguindo o seu blog.

Filipe Dias disse...

Escrever é uma arte complicada e não devemos desistir. Gostei do seu texto. Fase de trasformação. Estou passabdo por isso, hibernando o adolecente e acordando o adulto, mas claro que sempre serei 3 ao mesmo tempo. Criança, adolecente e adulto, tudo em seu determinado momento, quem é um só perde muita coisa na vida, eu acho.

abraçis e obrigado pelo seu comentário

Natasha Piervy disse...

Olá nós do blog Madness agradecemos sua visita, já estamos te seguindo.

Essa é a vida, cheia de altos e baixos, ida e vindas, sempre com muitas surpresas.

Sinho Luis disse...

massa o texto!!

que bom q gostou do blog
mas o principal é clicar nos anuncios... ganhar uns R$$ se esqueceu passa la de novo por favor

Alisson Luis
www.sinholuis.blogspot.com

Wanderson Souza disse...

já clicquei nos anuncios
sempre q passar por aki darei uma clicada,
se pudesse retribuir ficarei imensamente grato.
e to te seguindo!!
Fik aki o convite, vlw...
http://comofaizz.blogspot.com/

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...