quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

TOP 10 - coincidências bizarras

POST POR:
Existe inúmeras coincidências, umas maiores outras menores, e todas no mínimo interessante. Em pesquisas feitas na internet podemos achar mais de trinta coincidências, mas o site universo 42 fez uma lista com as que mais chamaram a atenção deles.

10 - Movido a Urucubaca

-James Dean

-1955 a 1960, EUA.
O ator James Dean morreu em 30 de setembro de 1955, quando ia para uma corrida na Califórnia, depois de desistir de levar o seu Porsche 550 de caminhão. No próprio local do acidente, uma segunda morte: o carro caiu no motorista que ia tirá-lo de lá. Outros carros de corrida que receberam peças de 550 se envolveram em acidentes sérios, um deles fatal. Apesar dos acidentes, a máquina continuava sua saga de Urucubaca. George Barris, que comprou o carro logo após a morte de James, admitiu que não sentia boas vibrações com o carro, que finalmente desapareceu quando voltavam de caminhão de uma exposição em 1960.
9 - Crime em Repeteco
-Mary Ashford e Barbara Forrest.
-1817 e 1975, Inglaterra.
Mais de um século e meio separa ao nascimento das inglesas Mary Ashford (1997) e Barbara Forrest (1954), mas as biografias das duas têm semelhanças intrigantes! Ambas estavam na casa dos 20 quando foram estupradas e estranguladas na cidade inglesa de Erdington. Os dois crimes aconteceram em uma terça-feira e no dia 27 de maio (de 1817 e 1975). Além disso, na véspera, Mary e Barbara passaram na casa de suas melhores amigas e puseram um vestido novo para ir dança. Os suspeitos se chamavam Thornton e foram absolvidos nos dois casos.
8 - O retorno do livro
-Anne Parrish.
-Década de 20, França.
A escritora Anne Parrish devorava os sebos de Paris quando achou um exemplar de um livro de historias infantis do século 19. Ficou toda feliz, afinal esse fora um dos títulos que mais lhe haviam marcado a infância no estado americano do Colorado. Folheando o livro o marido de Anne, com ela na livraria, viu na contra capa o nome e o endereço da esposa na época em que ela morava nos Estados Unidos, muitos anos – e quilômetros – antes.
7 – Gêmeos até a morte

-Arthur e John Mowforth
-22 de maio de 1975, Inglaterra.
O inglês Arthur Mowforth morreu no dia 22 de maio de 1975 pouco depois de ter dado entrada no hospital se queixando de fortes dores no peito. John Mowforth, gêmeo de Arthur, morreu no mesmo dia e nas mesmas circunstancias! Foi tudo muito parecido: as dores a hora em que elas começaram a incomodar, a hora de entrada no hospital e, enfim, a hora em que os corações pararam de bater. Só o hospital não era o mesmo, já que os irmãos estavam a 130 quilômetros de distância.
6 – Cara de um, focinho do outro

-Rei Humberto I.
-Julho de 1900, Itália.
O rei italiano Humberto I saiu para jantar e se deparou com um cara igualzinho a ele: o dono do restaurante. O todo-poderoso, impressionado, chamou o sósia para conversa e descobriu outras coincidências entre eles: o mesmo dia de nascimento (14 de março) e esposa e filho do mesmo nome (Margherita e Vittorio). Um dia depois do encontro o rei foi vitima de um atentado justamente quando ia dá os pêsames à mulher do sósia, que acabara de morrer de bala perdida.
5 – Página Marcada
-Anthony Hopkins e George Feirfe.
-1973, Inglaterra e Áustria.
Em 1973, o ator Anthony Hopkins estava para fazer A garota de Petrovka quando rodou a cidade de Londres atrás do livro de mesmo nome, escrito por George Feirfe, e não achou. Enquanto esperava o metro, viu o livro largado em um banco! Quando começaram as filmagens, o autor do livro foi ao set de filmagens, em Viena. Lá, lamentou com Hopkins que havia perdido um exemplar de estimação cheio de anotações na capital inglesa. Era exatamente o livro que Hopkins tinha encontrado.
4 – Dennis, o Pimentinha

-Hank Ketcham e David Law
-1954, mês de março

Em 1951, no mês de março, Dennis, o Pimentinha nasceu … e duas vezes. Em apenas três dias, ambos Hank Ketcham (U.S.A) e David Law (Reino Unido) criaram suas primeiras histórias em quadrinhos (com o mesmo dia de estréia) com um personagem de nome idêntico. Os dois não tinham outras caricaturas, quando a coincidência foi conhecida por eles, concordaram que simplesmente iriam continuar escrevendo suas tiras sem interferir uma com a outra. Ainda mais coincidência foi o fato de que ambos os Dennis usavam camisas listradas.
3 – A volta do filho pródigo

-Charles Francis Coghlan.
-1899 e 1908, EUA e Canadá.
Em 1899, o ator Charles Coghlan estava a trabalho no Texas quando passou mal e bateu as botas. Como o Canadá fica muito distante, resolveram enterrá-lo por lá mesmo. No ano seguinte, um furacão destruiu o túmulo de Coghlan e fez o caixão ir papar no mar. Sob as circunstancias marítimas, o corpo percorreu 5500 quilômetros em oito anos e chegou ao mesmo lugar onde Coghlan havia nascido 67 anos antes, a província da ilha Príncipe Edward, no Canadá, onde o caixão foi achado por pescadores. Ele foi enterrado pertinho da igreja onde tinha sido batizado quando criança.
2 – Para-raios familiar
-Família Primarda.
-De 1899 a 1949, Itália.
Essa historia que raio não cai mais de uma vez no mesmo lugar é pura lenda – só o Cristo Redentor recebe de duas a cinco descargas por ano! O problema é quando os raios caem todos na mesma família… Rolla Primarda, seu pai e seu avô foram todos mortos após receberem um raio no jardim de casa. O nonno Primarda levou um raio em 1899. Trinta anos depois, foi à vez do filho dele e, em outubro de 1949, são Pedro mandou um para cima o caçula. Os azarados moravam em Taranto, Itália.
1 – Conexão Fraterna
-James Lewis e James Springer.
-Fevereiro de 1979, EUA.
Uma menina de 15 anos tem gêmeos e os entrega para adoção – eles são separados e adotados por famílias diferentes. Trinta e nove anos depois, um dos filhos revira os cartórios de Ohio e descobre que o irmão está vivo. No encontro, em 9 de fevereiro de 1979, os gêmeos descobriram o quanto são parecidos: além de idênticos, tinham ganho o mesmo nome, James. Eram casados com uma Betty, e a primeira mulher deles se chamava Linda. Tinham jeito pra matemática, mas eram péssimos em inglês. Até a letra, a pressão sanguínea e o QI batiam. Diferença mesmo só havia uma, e bem pequena: o filho de um se chamava James Allen; o de outro, James Alan.


1 comentaram. Comente também!:

Wilian disse...

Caraca... Parabéns pelo post Vini! DEMAIS :D

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...