sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Lugares da terra que não parecem na terra

POST POR:

Fala galera! Mais uma sexta chegando e cada vez mais próximos estamos do fim do ano :O. Bom, como vou viajar esse findi, meus posts estão programados e não vou prolongá-los com palavras minha como geralmente faço, mas valem muito a pena.
Estes lugares são mesmo, aqui na terra. Mas não parecem...

Entrada para o interno - Darvaz, Turcomenistão
"Entrada para o inferno"
Lindo e assustador este imenso buraco no solo situado em Darvaz, no Turcomenistão é o resultado de uma perfuração de gás iniciada há 30 anos atrás. Assim que perfuraram alguns metros do solo, surgiu uma gigantesca caverna subterrânea. A caverna estava emanando um tipo de gas desconhecido. Eles se alarmaram com medo do estranho gás ser venenoso e então a companhia de perfuração resolver colocar fogo no gás da vacerna antes de proceder com a perfuração. O buraco está queimando desde então.







Plitvice Lakes – Um lugar tão bonito que nem parece a 
Terra
Plitvice Lakes fica na Croácia e é um parque nacional formado por cerca de 16 lagos e dezenas de cachoeiras maravilhosas. Certamente este é um dos lugares mais bonitos que existem. Quando eu penso em “Jardim do Éden”, penso em Plitvice Lakes.
Sua formação geológica formada pelo carbonato de cálcio colore a água, produzindo uma miríade de lagos azul turquesa, cercados por uma exuberante flora.







Rio Tinto - Espanha

As minas gigantes, a céu aberto, do Rio Tinto, criam um ambiente surreal, transformando a paisagem em algo similar ao que veríamos na Lua, por exemplo. O crescimento do rio não consumiu apenas montanhas e vales, mas adentrou terras de vilas. O rio teve seu nome tirado da cor de suas águas, praticamente vermelhas e extremamente ácidas (com pH variando entre 1.7 e 2.5), ricas em metais. 














Corrego do Sangue Quente - Japão


O Córrego do Sangue Quente é um dos “infernos” (jigoku) de Beppu, no Japão. Nove espetaculares termas que são mais “para ver” do que para tomar banho. A paisagem inclui um lago de água vermelha e quente, colorida pelo ferro presente no líquido. O Sangue Quente foi eleito o mais fotogênico dos “infernos”. 


















Vales Secos - Antártica.

A região Vales Secos da Antártica, de acordo com os cientistas, é a área na Terra mais parecida com o que seria uma paisagem de Marte. A região quase nunca tem neve e, exceto por algumas planícies rochosas, é a única parte continental da Antártica que não é formada de gelo. O chão dos vales apresenta alguns lagos permanentemente congelados, com vários metros de grossura e, sob esse gelo, vivem alguns organismos extremamente simples, que são objetos de estudo. 




0 comentaram. Comente também!:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...